IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Há quinze anos agricultora de Remanso pratica ações de convivência como Semiárido

Há quinze anos agricultora de Remanso pratica ações de convivência como Semiárido

 

Durante seus quase 25 anos de luta pela Convivência com o Semiárido brasileiro, o Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa) já realizou diversos momentos de formação com os agricultores e as agricultoras do sertão baiano. Uma dessas famílias é a de Dona Marinalva Ferreira Souza e seu marido Afonso, moradores da comunidade de Maravilha, interior de Remanso.

Segundo D. Marinalva, aproximadamente quinze anos atrás, o Irpaa esteve em sua comunidade reunindo os/as moradores/as para uma reunião, momento que abordou diversas temáticas de como conviver com as peculiaridades da região, entre elas, a estocagem de forragens para alimentar os animais, cuidado com a natureza, beneficiamento de frutas da Caatinga e demais alternativas que proporcionam a produção de forma equilibrada com o meio ambiente.

Uma das práticas apreendida pelo casal de agricultores foi à produção de forragem a partir das folhas oferecidas pela Caatinga, “eu guardo as folhas de leucena...elas me servem muito, porque é o alimento. A partir do mês de setembro a Caatinga não produz mais, já acabou as folhagens e a gente passa a assoar os animais com o feno que a gente tem dentro de casa”, afirma a agricultora.

A agricultora lembra que no ano que não pode realizar essa prática, tem prejuízo com a criação de ovelhas durante o período de estiagem. “Os borreguinhos morrem por falta de alimentos”, constatando a importância e a viabilidade do uso sustentável da Caatinga na garantia de melhor qualidade do rebanho e na condição digna de vida das famílias do campo. Além de fazer feno, a agricultora também apreendeu a fazer sabão caseiro, licor e doce do umbu, alimentos apreciados por parentes que moram em outros estados do Brasil.

Outra prática de Convivência com Semiárido realizada pelo casal é a estocagem de sementes. Além de guardarem as sementes de feijão, milho, também armazenam as sementes de plantas forrageiras e de frutíferas para plantar na roça. “Eu tenho orgulho de vê e de saber que eu sou uma lavradora, eu não tenho vergonha... dá roça eu sei capinar, sei abrir uma cova para plantar feijão...faço cerca... eu sou uma mulher que de tudo eu faço e gosto de fazer”, afirma D. Marinalva.

Reencontro
Do primeiro contato com o Irpaa, a agricultora guarda a cartilha “A roça na Caatinga”, produzida pela entidade e outros informativos que abordam ações de Convivência com o Semiárido. Material que ela conserva com muito carinho e orgulho, “eu guardo em sacolinha, quando a sacola rasga, eu troco com todo cuidado”, pontua a agricultora. Ela incentiva o seu neto a ler os informativos e levou o material para a escola da comunidade, pois considera importante que as crianças apreendam sobre a realidade de sua região, mas disse que a proposta não foi levada a frente pela gestão escolar.

Até o retorno do Irpaa ao município, através do Projeto de Assessoria Técnica e Extensão Rural (Ater), por um longo período, o casal de agricultores não teve informações do Irpaa. Dona Marinalva conta que procurou notícias do Instituto, mas ninguém sabia lhe informar. Mas hoje, para sua alegria, ela é uma das beneficiadas do Ater realizada pela entidade. De acordo com agricultora, tudo que for apresentado pelo projeto vai colocar em prática, “não quero desperdiçar nada”, pontua D. Marinalva.
 

Texto e foto: Comunicação Irpaa


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Há quinze anos agricultora de Remanso pratica ações de convivência como Semiárido

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005