IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Seminário internacional na Embrapa Semiárido debate agricultura familiar

Seminário internacional na Embrapa Semiárido debate agricultura familiar

Nestes dias 26 e 27 de novembro, a Embrapa promove, na sua Unidade de Petrolina (PE), o Seminário Internacional "Agricultura Familiar, Territórios e Políticas Públicas: Balanços e Perspectivas". O evento marca a comemoração do "Ano Internacional da Agricultura Familiar", instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), neste 2014. O objetivo é destacar a importância desse segmento agrícola na promoção da segurança alimentar, na gestão e conservação dos recursos naturais e na manutenção da identidade cultural dos territórios em regiões semiáridas.

No primeiro dia (26), está programada a realização de três painéis: Conceitos da agricultura familiar e desenvolvimento territorial; Pesquisa, desenvolvimento e inovação com enfoque territorial; e Políticas públicas e desenvolvimento territorial. Cada um deles terá um moderador e quatro palestrantes, além de espaço para o debate com os participantes presentes no auditório da Embrapa Semiárido.

No dia seguinte, pela manhã, o que foi debatido durante os painéis serão qualificados e sistematizados em trabalhos de grupos. À tarde, está marcada a realização de uma mesa redonda, composta por representantes de instituições públicas e entidades da sociedade civil. Com este formato, os organizadores pretendem promover discussões que contribuam para fortalecer a relação entre pesquisa, ensino, assistência técnica e extensão rural e os agricultores familiares na atuação e formulação das políticas públicas.

De acordo com o pesquisador Pedro Carlos Gama da Silva, Chefe Geral da Embrapa Semiárido, a relevância que têm adquirido esses agricultores tem forte vinculação à compreensão de estarem inseridos em espaços territoriais marcados pela diversidade em suas relações sociais, econômicas, ambientais, técnicas, culturais e organizacionais. "O seminário trará novos enfoques às instituições na área pública e os movimentos sociais para atuar junto a esse segmento agrícola, especialmente com a emergência de temas como a agroecologia e a convivência com o Semiárido".

Desafios – Em todo o mundo, a agricultura familiar exibe números significativos. Das 570 milhões de unidades produtivas dedicadas a agropecuária, mais de 500 milhões são consideradas de base familiar. Informações divulgadas pela FAO revelam que em 111 países 72% das propriedades têm menos de um hectare; 12% têm entre 1 a 2 hectares e 10% entre 2 e 5 hectares. Aquelas com mais de cinco hectares representam apenas 6%. Por esses dados, nada menos que 410 milhões de propriedades são menores que 1 hectare e mais de 475 milhões não chegam a 2 hectares.

No Brasil, de 5.175.489 propriedades registradas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 4.367.902 são classificadas como de agricultores familiares - 50% delas estão na Região Nordeste, 19% na Sul, 16% na Sudeste, 10% na Norte e 5% na Centro Oeste.

O jornalista e pesquisador em comunicação, Antonio Luiz Heberlê, que atua no Departamento de Transferência de Tecnologia da Embrapa (DTT), explica que "não há uma definição universal sobre agricultura familiar, embora algumas sejam mais amplamente aceitas". Em muitos casos, "como o brasileiro, há uma associação entre o espaço explorado pelos pequenos produtores, que considera o espaço da família, com referencial básico de Unidades Produtivas (quatro módulos fiscais)".

No entanto, embora sem consenso, "a atividade é, por todos, considerada expressiva em termos de produção de alimentos estratégicos para as populações". Antonio Heberlê vai mediar, durante o seminário internacional, o painel sobre "Conceitos da Agricultura Familiar e Desenvolvimento Territorial".

O evento é organizado pela Embrapa, com apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Centro de Cooperação Internacional em Pesquisa Agronômica para o Desenvolvimento (Cirad), Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA).

Texto e foto disponíveis em Embrapa Semiárido


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Seminário internacional na Embrapa Semiárido debate agricultura familiar

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005