IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Recurso do Projeto Ater permite que famílias do Salitre invistam na criação de animais

Recurso do Projeto Ater permite que famílias do Salitre invistam na criação de animais
As famílias de produtores/as das comunidades de Sabiá 1 e 2 na região do Salitre, interior de Juazeiro, tradicionalmente, vivem da agricultura irrigada. Nessa região, é muito comum ver os plantios de cebola, tomate, melão e algumas fruteiras. Uma realidade bem diferente das áreas de sequeiro. Mas, nessa região, algumas famílias começam a mudar seus sistemas de produção investindo na criação de ovelhas. E esse investimento só foi possível porque as famílias passaram a ser acompanhada pelo Programa de Assessoria Técnica e Extensão Rural (Ater), executado pelo Irpaa através do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e do Plano Brasil sem Miséria (PBSM). O programa disponibilizou um recurso para o fomento da produção que permitiu às famílias comprar alguns amimais e investir no plantio de forragens e melhorias dos apriscos.
De acordo com a família de seu Euclides Lopes, agricultor do Sítio Boa Sorte em Sabiá 01, ele, e a esposa dona Maria de Lúcia da Paixão e seus quatro filhos começaram a experimentar uma melhoria muito grande na produção depois do investimento feito na criação de ovelhas: “Eu investi esse dinheiro do fomento no criatório porque quem vive da agricultura hoje vende uma planta de um preço, amanhã já nem vende, e a criação aí é lucro certo”, afirma seu Euclides que por sinal está muito satisfeito com o preço pago a cada animal, hoje comercializado por R$ 300,00 em média.
A família de seu Euclides, assim como outras da região, que receberam o fomento do projeto ATER, cultivam bastante forragem, que, junto com restos de outras culturas, são utilizadas na alimentação dos animais. É o que nos conta o casal de agricultores Aguinaldo dos Santos e Sulamita Siqueira, que junto com mais duas outras famílias da comunidade, iniciaram uma criação de ovelhas de forma coletiva. Atualmente, essas três famílias administram mais de cem animais que lhes asseguram uma renda que eles julgam bem satisfatória. Aguinaldo diz que as famílias que usaram o dinheiro do fomento na criação conforme orientação do Projeto Ater, fizeram a coisa certa e hoje estão colhendo bons resultados.


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Recurso do Projeto Ater permite que famílias do Salitre invistam na criação de animais

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005