IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Jovens de Campo Formoso debatem igualdade racial e relação de gênero

Jovens de Campo Formoso debatem igualdade racial e relação de gênero

A Pastoral da Juventude do Meio Popular (PJMP), no município de Campo Formoso - BA, realizou nos dias 21 e 22 de novembro a sua XVI Assembleia anual, com o tema “Direitos e deveres: todos nós temos”. No evento, os/as jovens debateram questões internas e participaram de oficinas que trataram de diversos temas ligados à valorização da mulher e das/os negras/os no Brasil.

No primeiro dia do encontro foram realizadas quatro oficinas: direitos e deveres da juventude; igualdade racial e relação de gênero; direitos e deveres da mulher; e comunicação e liberdade de expressão. No segundo dia, o debate se deu em torno da organização interna da PJMP.

A oficina de igualdade e relação de gênero, mediada pelas colaboradoras do Irpaa, Juci Carvalho e Denise Cardoso, causou um bom debate acerca das convenções sociais sobre o povo negro e, especialmente, a mulher brasileira.

Para Aderbal Nascimento, um dos coordenadores do evento, as relações de gênero “é um tema bem polêmico”. Ele afirma que “os movimentos sociais e os movimentos populares já vem trabalhando há anos identidade e relações de gênero. Este ano é que o poder público veio conhecer melhor [o tema]”, enfatiza.

Aderbal argumenta que as discussões acerca da temática devem continuar em 2016. “É um tema que precisa ser trabalhado nas escolas, nos espaços onde a gente convive, seja no grupo de jovens, na igreja, fora da igreja, no sindicato. Em todos os espaços deve ser trabalhada a relação de gênero, já que envolve todos nós”, pontua.

Os debates devem ajudar as mulheres de Campo Formoso a conquistar mais respeito e espaço, defende Aliete Alves, 21 anos, que também integra a PJMP de Campo Formoso. Ela mora na comunidade de Patos III, localizada na região de Lage dos Negros, uma das comunidades quilombolas mais conhecidas do Território Piemonte Norte do Itapicuru.

Havia “muito preconceito [das pessoas] de Campo Formoso com nós da Lage [Lage dos Negros] por sermos quilombolas”, relata Aliete. Ela diz que esse quadro piorava quando a pessoa advinda daquela região era mulher. Hoje a quilombola comemora a mudança de relacionamento que houve nos últimos anos. Segundo Aliete hoje é possível notar um respeito maior às mulheres vindas da Lage dos Negros, que antes tinham dificuldade até mesmo para conseguir emprego no comércio local.

Por outro lado, a jovem negra entende que em nível nacional ainda é preciso avançar mais nas conquistas do povo negro. Aliete espera viver em uma sociedade onde haja mais respeito às mulheres e todos/as possam ter os mesmos direitos. “Todos somos iguais, mas não temos os mesmos direitos”, explicita.

Para Juci Carvalho, o debate serve para “tentar desconstruir uma série de conceitos. Há uma compreensão equivocada do que é gênero. Para as pessoas, gênero é sinônimo de masculino e feminino”, explica a educadora que chama atenção para a amplitude que há no debate de gênero.

Juci ainda alerta para convenções sociais onde “tem sido naturalizado que a mulher é algo frágil, uma pessoa que não dá conta de determinados afazeres, uma pessoa inferior à figura do homem”, argumenta.

A colaboradora do Irpaa revela que gostou do nível do debate e da participação. “Eu percebi que há uma disposição da juventude para debater o tema. Foi muito colaborativa, participativa. As pessoas se envolveram”, destaca Juci.

Texto e Foto: Álvaro Luiz, colaborador do Irpaa



Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Jovens de Campo Formoso debatem igualdade racial e relação de gênero

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005