IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Salitreiras começam a ver a produção de polpa de frutas como uma possibilidade de geração de renda

Salitreiras começam a ver a produção de polpa de frutas como uma possibilidade de geração de renda

 O interesse em aprender a produzir a polpa de frutas como o tamarino, maracujá, goiaba, dentre outras frutas encontradas facilmente no Vale do Salitre, motivou cerca de 30 mulheres a participarem de uma oficina na comunidade de Baraúna – Salitre, interior de Juazeiro (BA), na última quinta-feira (03).

A formação, realizada pelo Irpaa, teve o objetivo de fortalecer a iniciativa de beneficiamento de frutas que desde 2015 vem ganhando força na comunidade, com destaque para o aproveitamento do tamarino, fruta bastante encontrada nas propriedades e quintais das comunidades salitreiras. Atualmente, já é produzido o melado de tamarino, que é comercializado nas comunidades e em alguns eventos como Feiras de produtos da agricultura familiar.

A associação da comunidade já possui fogão e mesa industrial, adquirida através de doação, e agora investiu em uma máquina seladora para empacotamento de polpas, com a finalidade de armazenar as matérias-primas durante o período de safra para usar durante todo o ano na produção dos derivados, bem como comercializar a polpa congelada.

“A matéria-prima temos em nossa região, nos projetos muitos produtos é desperdiçado”, constata Jeane Maria da Conceição, uma das participantes da oficina se referindo a importância de aproveitar também a produção que hoje é desperdiçada nas roças do Perímetro Irrigado do Salitre, além de beneficiar o tamarino.

No primeiro momento da oficina, o grupo conheceu os principais elementos que envolvem o beneficiamento de produtos, discutindo os cuidados necessários e as possibilidades de comercialização. Já a segunda parte da formação foi dedicada a prática da produção da polpa do tamarino e selagem das embalagens.


Oportunidades


Em breve, a produção poderá ser vendida para a Prefeitura de Juazeiro para ser usada na merenda escolar, através do Programa Nacional de Alimentação Escolar – Pnae, conforme alertou Gizeli Oliveira, colaboradora do Irpaa que ministrou a oficina. Desde 2009, a Lei 11.947 obriga os municípios a investirem pelo menos 30% do montante repassado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) na compra de alimentos da agricultura familiar para ser no cardápio da merenda escolar. 

Além do mercado institucional, a venda direta também é uma possibilidade de comercialização, o que exige do grupo aperfeiçoar sua produção, seguindo as normas estabelecidas. Atualmente, o saco de tamarino é vendido a atravessadores a uma média de R$ 7. Na oficina foi possível identificar que 01 saco de tamarino rende uma média de 13 quilos de polpas, que pode ser armazenada em freezer por tempo indeterminado. Contabilizadas as despesas de produção da polpa congelada, o lucro em um saco de tamarino fica em torno de R$ 42.

“Para nós mulheres foi uma grande oportunidade, nosso objetivo é crescer cada vez mais, queremos que a sociedade nos apoie”, enfatiza Sônia Ribeiro, uma das mulheres que já vem trabalhando na produção do doce de tamarino, conhecido tradicionalmente por melado. Gizeli Oliveira destaca que muitas políticas e programas sociais hoje são direcionados a mulheres, por isso a importância do grupo se fortalecer e buscar estas oportunidades.


Texto e foto: Comunicação Irpaa


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Salitreiras começam a ver a produção de polpa de frutas como uma possibilidade de geração de renda

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005