IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:

Notícias

Ranchos Temáticos, Plenárias e Debates marcam o segundo dia do Congresso Nacional dos Pescadores

Ranchos Temáticos, Plenárias e Debates marcam o segundo dia do Congresso Nacional dos Pescadores


Revitalização do São Francisco de forma ampla e com a participação dos/das pescadores/as e a garantia da pesca artesanal com sustentabilidade, foram alguns dos pontos discutidos no segundo dia do Congresso Nacional dos Pescadores e Pescadoras que acontece desde sexta-feira na Ilha do Fogo, na divisa entre Juazeiro e Petrolina.

O congresso que traz o tema: “O Grito do Rio e seu Povo na Busca do Bem Viver”, reflete bem o sentimento de luta, resistência e de ameças sofridas por essa classe representada pelos mais de 500 pescadores/as líderes de movimento de toda a Bacia do Rio São Francisco presentes nesse encontro que se estende até domingo, dia 03.

Divididos/as em grupos de discussões chamados de Ranchos Temáticos, os/as participantes levantam questões, problemas e apontam propostas que são levadas para uma mesa de apresentação e, posteriormente, discutidas pela plenária que ocorre no espaço onde funcionava a Companhia Nacional de Navegação (Franave) no meio da Ilha do Fogo.

Rizoneide Queiroz, do Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP), diz que o atual estado de degradação sofrido pelo Rio São Francisco impacta diretamente na vida dos/das pescadores/as e suas comunidades ribeirinhas que sofrem muito com as injustiças e falta de incentivos governamentais. Questões que segundo Rizoneide, serão amplamente discutidas até o final do Congresso.

A líder do Movimento de Mulheres Pescadoras de Neópolis, em Sergipe, Sandra Malaquias, facilitadora do Rancho Temático que discutiu a Luta das Mulheres na Revitalização do São Francisco, destacou a necessidade urgente de se fazer um trabalho de coleta de lixo e limpeza total do rio junto com um reflorestamento que se estenda de sua nascente até a foz, puxado inicialmente pelas pescadoras com o envolvimento de toda a população que vive à beira do rio porque todos e todas sofrem com a degradação e a possível morte do São Francisco. Proposta semelhante também defendida pelos Ranchos Temáticos: Gestão e Sustentabilidade e Identidade dos Territórios Pesqueiros que até levantaram a necessidade de chamar mais atenção do poder público para construção dos Planos de Saneamento Básico como iniciativa que venha contribui com a vida do rio.

 Texto e Foto: Comunicação Irpaa


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Ranchos Temáticos, Plenárias e Debates marcam o segundo dia do Congresso Nacional dos Pescadores

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório


Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005