IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Projeto Semiárido Produtivo é discutido em Juazeiro

Projeto Semiárido Produtivo é discutido em Juazeiro

A região do Semiárido brasileiro será contemplada com mais um importante projeto de inclusão produtiva voltado para pequenos/as agricultores/as familiares dos estados da Bahia, Pernambuco, Piaui, Sergipe e Alagoas. O projeto denominado Semiárido Produtivo, que prevê uma duração de três anos, será financiado pelo Fundo Social do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e executado pelo Irpaa.

Para definir algumas questões prática e metodológicas acerca da implantação do projeto, técnicos/as do BNDES, jutamente com representantes do Irpaa e da Articulação do Semiárido Brasileiro (ASA), estiveram em Juazeiro para uma série de encontros e discussões, uma vez que o Semiárido Produitvo abranje um total de 400 famílias em 27 municípios e terá ainda ações coordenadas por comitês e alguns núcloes regionais distribuídos nos estados.

Para a gerente do Departamento de Inclusão Produtiva do BNDES, Fernanda Thomaz, o Semiárido Produtivo será um novo e importante passo para a política de financiamento social do banco que vai apoiar sistemas de produção familiar de base sustentável, bem como emprendimentos coletivos, considerando, sobretudo, as técnicas e alternativas de Convivência com o Semiárido. Ela lembra que o banco já teve experiências exitosas de investimentos na construção de mais de 20 mil cisternas em parceira com a ASA e que agora essa parceria com o Irpaa, com seus 26 anos de experiência na região, só vem coroar a atuação do banco junto com o terceiro setor. Fernanda destaca ainda a importância das ações de inclusão produtiva em subisidiar a formulação de políticas públicas no âmbito federal, assim como ocorreu com a política de recursos hídricos e abastecimento no Semiárido por meio de cisternas.

O Coordenador Institucional do Irpaa, Tiago Pereira, ressaltou a importância do projeto  no investimento dos sistemas de produção familiar e suas cadeias de produção, que serão incrementadas junto com grupos e cooperativas, com destaque para as cadeias de produção de frutas, animais de pequeno porte, mel, dentre outras.

Um dos dirigentes da ASA, Antônio Barbosa, ver nesse projeto uma  oportunidade para o Semiárido que está superando dificuldades com relação a água, uma vez que o mesmo também investe em casas de sementes e de beneficiamento, portanto, será um passo a mais na perspectiva da  consolidação da Proposta de Convivência com o Semiárido na  região. Barbosa destaca que o projeto pode sofrer algum ajuste ou mudanças na sua execução, conforme as demandas apontadas pelas famílias beneficiadas.

Um dos principais objetivos do Semiárido Produtivo, além de incentivar as cadeias de produção local e disseminar o conceito da convivência, é assegurar também uma maior segurança alimentar com geração de renda para as famílias e os grupos sociais contemplados com as suas ações.

 

Foto/Texto: Comunicação Irpaa

 

 


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Projeto Semiárido Produtivo é discutido em Juazeiro

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005