IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Jovens de Uauá, Canudos e Curaçá elaboram Plano de Ação a partir de Projeto de Ater

Jovens de Uauá, Canudos e Curaçá elaboram Plano de Ação a partir de Projeto de Ater

 Aconteceu nos dias 23 e 24 deste mês um encontro com jovens de comunidades tradicionais de Fundo de Pasto dos municípios de Uauá, Canudos e Curaçá. O encontro teve como objetivo fomentar debates e elaborar um plano de ação para a juventude. O público do encontro faz parte do projeto de Assessoria Técnica e Extensão Rural – Ater para povos e comunidades tradicionais de Fundo de Pasto, que é executado pelo Irpaa em três municípios do Sertão do São Francisco, com recursos da Secretaria de Desenvolvimento Rural da Bahia.

Durante a atividade, que contou com a participação dos/das colaboradores/as do Irpaa dos respectivos municípios, vários assuntos foram pautados com relação a Juventude Rural, numa perspectiva que pauta a questão organizacional dos/das jovens, a sucessão rural, a educação no campo, as políticas públicas e o acesso à terra.

Uma das participantes do evento, a jovem Marília Ribeiro, relata que a partir do engajamento nesses eventos ela está disposta a contribuir mais com sua comunidade: “ajudar a comunidade a crescer e a manter o jovem no campo, sem que eles vão para os grandes centros urbanos. Que a gente suceda nossos pais e que tenha amor pela terra, pelo nosso Semiaŕido, e que continuemos com a garra de lutar pelo que é nosso, pelas nossas raízes, pelas nossas tradições, pela nossa cultura, nosso sertão”.

Permanência no Campo


Foi notória a participação dos/das 25 participantes nas discussões, fazendo colocações e compartilhando experiências exitosas sobre o modo de viver nas suas comunidades. Partindo desta realidade, pode-se observar que a Juventude Rural tem expectativas no campo e que isso irá implicar diretamente na permanência na comunidade, o que garante a sucessão rural, a qual visa à continuidade das atividades econômicas, sociais e culturais do meio em quem vivem.

A existência futura da agricultura familiar depende em linha geral da Juventude Rural, com isso faz-se necessário realizar planos de ação na perspectiva de envolver este público em todos os processos de garantia de direitos neste âmbito. As políticas públicas voltadas para o Semiárido precisam, portanto, continuar a atender as necessidades e demandas postas para fortalecer a juventude rural.

O resultado final da atividade foi o aprendizado significativo dos jovens e o plano de ação, o qual foi construído de forma coletiva. As ações presentes planejadas apresentam relação direta com as atividades que os mesmos já desenvolvem nas suas respectivas comunidades. Deste modo, a partir do desenvolvimento das atividades previstas no plano de ação, a expectativa é garantir a permanência do jovem no campo, contribuir no desenvolvimento das comunidades e formar novas lideranças jovens.

 

Texto: Wermerson Cardoso (Colaborador do Eixo Produção)
Foto: Eixo Produção
Edição: Comunicação Irpaa


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Jovens de Uauá, Canudos e Curaçá elaboram Plano de Ação a partir de Projeto de Ater

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005