IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:

Notícias

Estudo da Bíblia na ótica do Semiárido reflete a problemática da água na região

Estudo da Bíblia na ótica do Semiárido reflete a problemática da água na região

A terceira etapa de um curso que estuda e interpreta a bíblia na visão do sertão, que ocorreu no entre os dias 25 a 28 desse mês na comunidade de Timbaúba dos Marinheiros, região metropolitana de Fortaleza (CE), reuniu religiosos, leigos e agentes de pastorais e de movimentos sociais de diferentes regiões do Ceará, que juntos, fizeram uma análise bastante reflexiva da problemática da água vivenciada em muitas regiões do semiárido.

O curso foi promovido pelo Centro de Estudos Bíblicos do Ceará (Cebi), Associação dos Missionários do Nordeste (Amine) e Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropropriada (Irpaa). Com base em relatos bíblicos, principalmente vivenciados pelo o povo de Israel, onde a água aparece como elemento divino ou de disputa e dominação, o cursos serviu de referência para uma compreensão acerca do atual momento de crise hídrica quando a maioria dos rios e açudes do Ceará, por exemplo, se encontra com baixa quantidade água por conta do uso exagerado dessas fontes pelos empreendimentos como: criação de camarão, grandes irrigações de monoculturas e outras atividades que, expulsam as comunidades tradicionais de suas terras, destruindo não somente as águas como os solos e outros recursos naturais.

Só para se ter uma ideia da crise de abastecimento no estado, a bacia do Rio Banabuiú está atualmente com 3,73% de sua capacidade total, seguida da Bacia dos Sertões de Crateús com 1,44% e do Baixo Jaguaribe com apenas 1,34%. Uma situação muito grave e que há muito preocupa os órgãos reguladores de abastecimento, ONGs e entidades da sociedade civil.

Um dos facilitadores do curso e colaborador do Irpaa junto ao eixo água, João Gandlinger, apresentou muitas experiências de utilização da água de poços e de cisternas pelo povo de Israel que, assim como o povo do Semiárido, enfrentou períodos de estiagens, denunciou as injustiças e aprendeu formas alternativas de viver bem com um clima muito parecido com o clima do sertão.

Muitas outras reflexões sobre o cuidado com água, e que devem fazer parte da fé e crenças do povo, foram discutidas e com maior profundidade por todos/as que participam dessa formação. A ideia é que, os que fazem esse estudo, possam levar essa reflexão para seu trabalho de base, seja nas igrejas, comunidades ou em outros espaços sociais que usam a bíblia como referência na fé e na vida dos povos e comunidades em todo o Semiárido.

Foto\texto – Irpaa Comunicação.


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Estudo da Bíblia na ótica do Semiárido reflete a problemática da água na região

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório


Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005