IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

DIA DA AGRICULTURA FAMILIAR é comemorado em todo o país

DIA DA AGRICULTURA FAMILIAR é comemorado em todo o país

 

“A Agricultura Familiar vai ser a solução desse país”. É com essas palavras que seu Martinho Romualdo da Silva, integrante da comunidade de Gangorra, Salitre, destaca a importância da temática, comemorada nacionalmente no dia 18 de junho. Em Juazeiro, o evento ocorreu no SESI, Serviço Social da Indústria, reunindo caravanas dos distritos e comunidades da região. Na oportunidade, algumas ações sociais foram realizadas como a confecção de documentos pessoais, títulos de terra, campanha de vacinação, servindo para troca de experiências entre os produtores e representantes de entidades ligadas à agricultura familiar.

 

Em busca da melhoria da qualidade de vida das populações do Território Sertão do São Francisco, agricultores e agricultoras familiares, integrantes da sociedade civil organizada, universidades, representantes governamentais, movimento sindical, federações e a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG) estiveram presentes no evento, resultado das ações do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) em parceria com o Banco do Nordeste.   Nos depoimentos,  as opiniões convergiam para a função social deste ramo de atividades voltadas para a Convivência das famílias rurais.

 


O coordenador geral do IRPAA, Ademilson da Rocha, conhecido por Tiziu, fez parte da mesa de discussões representando o Núcleo Diretivo do Território. Na sua apresentação, ele citou a importância da agricultura familiar, destacando os desafios ainda existentes, como a necessidade de adequação do crédito para a realidade do Semiárido, fortalecimento da educação contextualizada, beneficiamento de produtos como fonte de renda para as famílias, ampliação e concretização de políticas públicas voltadas para essa realidade, contra o modelo industrial predominante. A forma de organização para comercializar os produtos beneficiados também foi citada por Tiziu como essencial para sustentabilidade das famílias com base na soberania alimentar.

 

Informação e prática da cidadania foram concretizados durante o dia de comemoração, mas também de reflexão acerca do atual modelo da agricultura familiar. Do assistencialismo ao destaque na economia e sustentabilidade da nação, os depoimentos convergiram para o fortalecimento das famílias rurais na conjuntura político-econômica do país, já que esta é responsável por mais de 70% da produção alimentar do Brasil.

 

Para Valdete Pereira, presidente do Comitê das Associações de Massaroca, o crédito sem a assessoria técnica não tem resultado, ponto de destaque também nas palavras do coordenador do IRPAA como um dos desafios a serem superados pela agricultura familiar da região.

 

Segundo seu Flávio da Silva, integrante da comunidade de Fundo de Pasto Curral Novo Jacaré, localizada no distrito de Massaroca, o diferencial da agricultura familiar é seu contexto com base na coletividade. Para o agricultor, “onde o trabalho é coletivo tudo tem mais sucesso”. Seu Flávio, que já participou de cursos realizados pelo IRPAA, destacou a importância de projetos voltados para Convivência com o Semiárido, como o beneficiamento de frutas e a construção de viveiros para preservação da caatinga.

 

Membros de comunidades quilombolas, como a Fazenda Nova Jatobá, localizada na cidade de Curaçá - BA, marcaram presença através da venda de produtos com base, especialmente, na cultura do aipim: bolos e biscoitos refletiram a essência dos sabores regionais. O Quilombá, Sabor & Tradição, serviu para reforçar a importância do trabalho coletivo entre homens e mulheres, opinião apresentada por Dª Maria Lúcia, integrante da fazenda, que hoje também está na luta pelo reconhecimento como quilombola.

 

O deputado federal, Zezéu Ribeiro, coordenador da bancada Nordeste no Congresso Nacional, ressaltou os resultados positivos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), vinculando 30% da agricultura familiar para merenda escolar: “o produtor está ganhando para produzir alimento para a escola do próprio filho”, afirma. De acordo com o deputado, a agricultura familiar envolve principalmente a cultura de seu povo, potencializando a melhoria da qualidade de vida das famílias. Em seu depoimento, ele ressalta a necessidade de interiorizar a produção, acreditando que “ a solução para o Nordeste está no Semiárido, com um grande potencial produtivo e riqueza ambiental”.

 


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

DIA DA AGRICULTURA FAMILIAR é comemorado em todo o país

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005