IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Juazeiro sedia etapa interterritorial de preparação para o IV ENA

Juazeiro sedia etapa interterritorial de preparação para o IV ENA

 Com o propósito de dar início à discussão do tema da 4ª edição do Encontro Nacional de Agroecologia – ENA, diversas organizações do Sertão do São Francisco e Território Piemonte Norte de Itapicuru, na Bahia, estiveram reunidos no encontro interterritorial de preparação para o evento estadual que acontecerá em maio e antecede o nacional a realizar-se entre os dias 31 de maio a 03 de junho deste ano.

O IV ENA traz como tema “Democracia e Agroecologia: unindo campo e cidade” e deve reunir cerca de 2 mil pessoas em Belo Horizonte (MG). O evento é uma possibilidade de debater diversas temáticas relacionadas ao tema central, além de ser um estratégico espaço de troca de conhecimento e experiências entre diversos setores da agroecologia, sendo grande parte do público constituída de agricultores e agricultoras.

A representante da ASA (Articulação Semiárido brasileiro), Márcia Muniz, destacou que os encontros territoriais são importantes para discutir a temática, sobretudo no momento político que o país atravessa. “Também é um espaço pra gente reafirmar nossa luta, construir a linha do tempo mostra essa trajetória dessa região”, avalia Márcia ao mencionar a metodologia usada no segundo dia do encontro onde as/ os participantes construíram o “Rio do Tempo”, pontuando os principais avanços e retrocessos com relação a agroecologia e Convivência com o Semiárido na região.

A etapa de preparação é uma forma de dar início ao IV ENA, conforme aponta Helder Freitas, coordenador do Núcleo Sertão Agroecológico, parceiro na organização do evento. “Na realidade o ENA já está acontecendo nos territórios, no Brasil” considera Helder, que é professor da Universidade Federal do Vale do São Francisco – Univasf. “A expectativa é a gente tá levando [para o ENA Nacional] o que representa o território do ponto de vista dos avanços, das denúncias, daquilo que tá posto pra que a agroecologia avance no território”, adianta Helder.

A estudante de agropecuária da Escola Família Agrícola de Sobradinho – EFAS, Manuela Rocha, reconhece o encontro como um espaço importante para problematizar aspectos que ela já vivencia em sua comunidade e na escola, a exemplo da preocupação com o Rio São Francisco, com o solo e o meio ambiente de modo geral. Ela cita ainda a participação na vivência de campo realizada no primeiro dia do encontro como uma forma de animar as/os jovens: “a gente se inspira porque eram pessoas que usavam muito veneno e a partir de um projeto tiveram consciência e começaram a produzir sem agrotóxico, de maneira coletiva. Isso nos inspira e faz com que a gente cada vez mais nos fortaleça com isso”, menciona Manuela.

Carrossel de Experiências

O primeiro dia do encontro teve início com uma ciranda de boas vindas às/aos participantes, que em seguida se deslocaram para conhecer a experiência de produção orgânica do Assentamento Mandacaru, em Petrolina (PE). A partir da metodologia do carrossel, o grupo de aproximadamente 100 pessoas conheceram três espaços produtivos que hoje garantem a renda de cerca de 40 famílias, de um total de 70, assentadas.

Um dos espaços visitados foi a Unidade de beneficiamento, local onde se produz doces, geleias, sucos, sequilhos, e é protagonizado por mulheres. O trabalho teve início ainda no período que as famílias vivam nos barracos de lona e hoje garante a renda de em média 15 mulheres que acessam mercados institucionais e fornece produtos para 03 feiras de produtos orgânicos em Petrolina. Localizada em área central do Assentamento, a Horta Comunitária agrega 09 famílias e também comercializa toda produção, sendo uma referência no comércio de alimentos saudáveis e promovendo assim a geração de renda para essas famílias. Outra forma de geração de renda e produção de alimento saudável existente no Assentamento Mandacaru é a produção de uvas orgânicas, as quais são comercializadas in natura e servem como matéria prima para produção de sucos e geleias, fomentando assim a economia das famílias envolvidas.

O encontro de preparação do IV ENA encerrou com a escolha das/dos representantes dos dois territórios que irão participar da etapa estadual nos dias 09 e 10 de maio em Tanquinho de Feira (BA). O evento foi realizado pela Rede Territorial de Agroecologia, com apoio da Asa, Irpaa, Sasop (Serviço de Apoio a organizações Populares), Núcleo Sertão Agroecológico, Escola Família Agrícola de Sobradinho, Embrapa, Univasf e CNPq.


Texto: Comunicação Irpaa
Fotos: Comunicação Irpaa e Comunicação CPT


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Juazeiro sedia etapa interterritorial de preparação para o IV ENA

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005