IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Comercialização, Convivência com o Semiárido e Parcerias são discutidas em Palmeira dos Índios

Comercialização, Convivência com o Semiárido e Parcerias são discutidas em Palmeira dos Índios
Palmeira dos Índios-AL foi o primeiro município a realizar o Encontro Municipal do Projeto Semiárido Produtivo, que aconteceu nos dias 24 e 25 de maio, na sede do STTR, Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Palmeira dos Índios e reuniu beneficiárias/os do projeto, parceiros e a equipe do Irpaa para debater a Convivência com o Semiárido e a organização para a comercialização, tendo como base as ações do projeto.

Para Micael Tenório, 22 anos, beneficiário da comunidade Serra das Pias, “o evento proporcionou conhecimento… Uma das coisas que a gente não tinha pensando seria de ter um investimento individual, mas que serviria para o investimento coletivo. A gente estava pensando mais no individual e hoje a gente pode ver que a gente precisa ter o individual, mas que proporcione para o coletivo”, revela Micael.

A beneficiária Vera Lúcia Félix, da comunidade Serra Bonita, destaca as dicas de gestão de empreendimentos coletivos que foram dadas durante o encontro. “Hoje na fala já mostra os passos que a gente pode seguir”, expõe. Segundo Vera Lúcia, “a maioria das camponesas e camponeses que participaram ganharam incentivo para melhorar a produção, para diversificar o que já produzem, na participação social, também para o armazenamento, Convivência com o Semiárido”.

Vera Lúcia faz parte de um grupo que mantém uma unidade de beneficiamento em Serra das Pias e que tem gerado renda a partir da transformação de frutas em polpa. Os produtos da fábrica são vendidos principalmente para a merenda escolar. De acordo com Patrícia Manoela Cavalcanti, Secretária de Agricultura de Palmeira dos Índios, o Programa Nacional de Alimentação Escola – PNAE e o Programa de aquisição de Alimentos – PAA, movimentaram em 2017 mais de 1,3 milhões. Parte desse recurso foi acessado pelas famílias que atuam na unidade de beneficiamento de frutas.

Em Palmeira dos Índios é realizada mensalmente, a Feira do produtor, que envolve produção agrícola e artesanato. Segundo a Secretaria Municipal de Agricultura, o espaço de comercialização faz girar cerca de 7 mil reais ao mês.

Patrícia acredita que é possível “abrir o mercado para que elas [as famílias] possam colocar as polpas delas à venda em toda região: em Igaci, Palmeira [dos Índios], na merenda, nos supermercados, na feira”, almeja ela

.

Para melhorar a produção Maria de Fátima, Gerente Regional do Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas – Emater, colocou a equipe à disposição. Ela afirma que a Emater pode auxiliar na produção agroecológica e comercialização. “A gente orienta [o agricultor] na questão de ter uma produção de qualidade, onde ele possa comercializar, possa evitar o atravessador... Salientando que a gente trabalha com a questão orgânica, a trabalha só com agroecologia. Nenhum um técnico da Emater [na região] orienta para que ele [agricultor] use produtos químicos. Nem adubação química. Nada!

Metodologia Diferenciada


Tiago Pereira, Coordenador Institucional do Irpaa, relata que o encontro teve “um processo metodológico diferenciado… Foi um ambiente de debate e experimentação das metodologias por parte da equipe”, que esteve quase completa no evento. O objetivo é que através do conhecimento obtido as/os integrantes da equipe “fiquem mais próximo tanto das famílias, quanto das realidades locais”.

 

 

Intercâmbio em Serra das Pias


Jeferson Marques, Assessor Produtivo na Bahia, avalia como “bastante interessante conhecer a experiência de Serra das Pias” e que o exemplo alagoano pode refletir em ações na Bahia. “O beneficiamento para a nossa região semiárida é uma oportunidade bastante interessante para as comunidades camponesas. A experiência de Serra das Pias nos traz um esperançar maior, no que diz respeito ao beneficiamento de frutas nativas”, avalia o assessor da Bahia.3

 

O Semiárido Produtivo é um projeto executado pelo Irpaa, com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

Texto e foto: Comunicação do Irpaa 


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Comercialização, Convivência com o Semiárido e Parcerias são discutidas em Palmeira dos Índios

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005