IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Do Sertão ao Agreste: trabalhando pela Convivência com o Semiárido

Do Sertão ao Agreste: trabalhando pela Convivência com o Semiárido

Imerso na diversidade da produção de base familiar, considerando as múltiplas realidades climáticas da região semiárida do Brasil, o Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada – Irpaa, continua a todo vapor na execução do Projeto Semiárido Produtivo. Ao longo dessa semana, uma equipe de colaboradores/as está em municípios dos estados de Alagoas e Sergipe realizando diversas atividades referentes ao Projeto.

Durante essa agenda de trabalho, aconteceu nos dias 03 e 04 de julho, na cidade de Estrela de Alagoas (AL), o Encontro Municipal de Formação, Sistematização e Planejamento. O evento contou com a participação de parceiros locais, beneficiários/as e equipe, discutindo possibilidades de estruturação produtiva com foco nos sistemas de produção de fruticultura (pinha, manga, jaca, umbu cajá, manga, goiaba, caju) e criação de animais.

No dia 05 de julho visitaram a Unidade de Produção Camponesa – UPC, organizada pelo Movimento dos Pequenos Agricultores – MPA, na cidade de Canindé de São Francisco - SE, perímetro irrigado, com diversas experiências de produção agrícola (hortaliças, compostagem, sementes, biofertilizantes, adubação verde, policultura e frutas), que serve como espaço de formação, experimentação e de conservação da agrobiodiversidade de base camponesa.

O Presidente do Irpaa, Haroldo Schistek, avalia como satisfatório o trabalho do Instituto por conseguir alcançar às famílias que mais precisam de um apoio, seja das entidades, seja das políticas públicas. Ele espera que estas famílias possam viver melhor na região, aproveitando os recursos que se tem.

Potencializar o perfil produtivo


Numa região considerada como Agreste, numa zona de transição entre Semiárido aoLegenda Litoral, é notável o potencial produtivo das famílias, que já tem prática de comercializar, in natura, os frutos na própria comunidade e na beira da estrada, mesmo apontando como dificuldade a falta de Assessoria Técnica, a ausência de beneficiamento das frutas (doces, sucos e polpas), perca no período da safra e sem apoio de políticas públicas.

Nesse sentido, o Projeto Semiárido Produtivo seguirá suas ações com foco nessas demandas apontadas pelas três comunidades beneficiadas (Sítio Mendes, Lagoa da Melancia e Lagoa da Coroa), com o intuito de organizar a produção para a comercialização, através de uma Central da Agricultura Familiar.

Haroldo destaca ainda, na visita a UPC, o desafio de construir a agroecologia no perímetro de irrigação que já tem muitos desgastes no solo, sendo necessário um longo processo de conversão dessa realidade, o que já é possível perceber mudanças através das práticas de Convivência com o Semiárido.

Seguindo a agenda, a comitiva visitou ainda algumas comunidades assessoradas pelo Irpaa através do Projeto Semiárido Produtivo.

Texto: Tiago Pereira da Costa, Coordenador Institucional do Irpaa
Fotos: Haroldo Schistek – Presidente Irpaa.
Edição: Eixo Comunicação
 


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Do Sertão ao Agreste: trabalhando pela Convivência com o Semiárido

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005