IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

Prêmio Pax Christi será conferido a Dom Luiz na Romaria das Águas

Image
Cartaz da Romaria das Águas em Sobradinho

 5ª Romaria das Águas de Sobradinho Entrega do Prêmio Pax Christi Internacionala D. Luiz Cappio e ao Povo do São Francisco e do Semi-ÁridoSobradinho, 16 a 19 de Outubro de 2008
Tema: ÁGUAS PARA A PAZ


Programação Dia 16 (5ª f.) Sessão na Câmara Municipal tema da romaria e do seminário participante: povo de Sobradinho Dia 17 (6ª f.)

1.Seminário "Revitalizar o Rio para a Vida em Paz"

Participantes: 100 pessoas da região, representantes das organizações
populares e movimentos sociais
Local: Centro Comunitário Antonio Conselheiro

Hora: 8h00 às 18h00

4 sub-temas tratados em mesas com explanações e debates:
1) Terra e território (responsável – CPT Regional) 2) Água e meio-ambiente (ASA) 3) Educação e cultura (IRPAA) 4) Produção e economia solidária (CooperCUC e SASOP).

2. Coletiva de Imprensa
Local: Capela de São Francisco

Hora: 13h30

3. Celebração Eucarística - lançamento do Dia Mundial de Jejum pela Paz e Soberania Alimentar
Local: Capela de São Francisco

Hora: 19h30


4. Noite Cultural
- apresentações artísticas regionais e filmes sobre a luta do São Francisco, Conferência de Sobradinho, o Jejum...
Local: Ginásio de Esportes (?)

Hora: 20h30

Responsável: PJMP de Sobradinho e FACS – Fundação Arte e Cultura de Sobradinho
Dia 18 (sab)

1. Dia Mundial de Jejum pela Paz e Soberania Alimentar

Local: Capela de São Francisco e mundo afora...

Hora: 6h00 – 24h00

2. Celebração Inter-religiosa 
Local: a definir...

Hora: 20h00

3. Caminhada

Início: local da celebração inter-religiosa (21h30)
- Término: Porto (Chico Periquito) (24h00)
Paradas: (4) com gestos simbólicos e falas de representantes dos premiados – pescadores, indígenas, geraiseiros, catingueiros (da Bacia do SF)

4. Estados do Nordeste Setentrional e Salvador, alguém pelas personalidades...
Dia 19 (dom)

1. Entrega do Prêmio / Celebração de Encerramento

Início: 00h00
- Término: 01h00 - símbolos das caravanas - fala da Pax Christi - fala de D. Luiz - partilha do pão (marco do encerramento do Dia de Jejum) - despedida

2. Show
- início: 01h30 - término: 03h00 - responsável: Gogó e Banda Fé e Axé

 

JORNADA MUNDIAL DE JEJUM E ORAÇÃO PELA PAZ E SOBERANIA ALIMENTAR

 

Águas para a Paz”

 

MANIFESTO

 

 

Por 24 dias, ao final de 2007, em Sobradinho-BA, Brasil,
o bispo franciscano Dom Frei Luiz Flavio Cappio fez jejum
e oração contra o Projeto de Transposição de Águas do Rio
São Francisco para a região setentrional do
Nordeste brasileiro, e em favor de um programa de
convivência com o Semi-árido e pela revitalização verdadeira
e integral da Bacia do Rio São Francisco. A Pax Christi Internacional está outorgando o seu Prêmio da Paz 2008
(2008 Pax Christi International Peace Award) ao bispo e aos
que com ele lutaram ou foram solidários. A entrega se
dará durante a 5ª Romaria das Águas, da qual
participarão dezenas de entidades e milhares de pessoas, em Sobradinho, em 18 e 19 de outubro de 2008, com o tema “Águas para a Paz”.

 

Em plena Semana Mundial da Alimentação, os movimentos sociais e
organizações populares do São Francisco e do Nordeste, a Via Campesina Brasil e a Pax Christi Internacional vão realizar
uma Jornada Mundial de Jejum pela Paz e pela
Soberania Alimentar, entre os dias 16 e 18 de outubro de 2008,
integrada à Jornada da Via Campesina Brasil contra
os transgênicos. Trata-se também de continuidade ao
Movimento Jejum Solidário que se formou em apoio a
dom Cappio e que congregou centenas de pessoas em todo o mundo. Por um ou mais dias, anônima ou publicamente, estas
pessoas e grupos jejuaram solidariamente, dando
novos contornos, energias e visibilidade à luta por um
outro mundo, outro desenvolvimento, outros modelos de vida
e produção, outras relações humanas – centrados na justiça, na
solidariedade e na paz. Este Movimento une Política
e Espiritualidade, na melhor tradição da Não Violência
e Firmeza Permanente
, de Gandhi, Luther King e tantos outros,
e que remonta ao próprio Jesus Cristo.

 

Com este gesto queremos chamar atenção para as
questões gravíssimas dos conflitos crescentes pela água,
da qual 1/3 da população mundial está excluída; da
crise ambiental, mais séria que a crise econômico-financeira
atual; do gradativo controle dos territórios, da
produção e do acesso à comida por algumas poucas
empresas transnacionais. Ao mesmo tempo em que se convive
com abundância e desperdício de bens pelos ricos, cresce
a produção de alimentos contaminados por agrotóxicos e
outros produtos químicos, e cada vez mais se oferecem
à população alimentos geneticamente modificados cujas
conseqüências só o futuro poderá dizer. Por outro lado aumenta
o número de famintos, que não têm acesso aos alimentos
em quantidade, qualidade e com a regularidade necessárias.

 

A Jornada Mundial de Jejum pela Paz afirma a
necessidade urgente da reforma agrária para que um número
maior de famílias possa se integrar ao processo produtivo
de alimentos, acompanhada de uma reforma agrícola que promova
a produção e o consumo dos alimentos saudáveis
e agroecológicos, como garantia da segurança alimentar das
famílias e a Soberania Alimentar da nação. Cada povo e região
têm o direito de produzir e comer sua própria comida
sem imposições do mercado controlado por corporações globais,
como Syngenta, Monsato, Bunge, ADM, Cargill, Dupont, Bayer,
BASF, que querem o gradativo controle dos mananciais hídricos,
das terras agricultáveis, da biodiversidade e da
agrobiodiversidade, das bio e agrotecnologias e do
mercado mundial de alimentos. As variedades de
sementes transgênicas são seu principal instrumento e a ele
os governos vêm cedendo, em desprezo ao princípio da precaução,
fomentando a bio-insegurança ao invés de preveni-la.

 

Este gesto reafirma a necessidade da água ser considerada
e defendida como um direito humano e um direito de toda
a natureza, e se confronta mais uma vez com o projeto da
Transposição do São Francisco que destina 70% das águas
transpostas de um rio moribundo à produção de frutas nobres
e agrocombustíveis, camarão e aço, para exportação, sob
o discurso falacioso de garantir segurança hídrica
ao Semi-árido.

 

É preciso rever os grandes projetos do PAC
(Programa de Aceleração do Crescimento) à luz de outros modelos
de desenvolvimento, que atendam aos interesses de toda
população, sobretudo dos mais pobres, e respondam aos desafios
da crise ecológica. Para estes modelos apontam as diversas
tecnologias de captação, armazenamento e uso de água
implementadas por centenas de organizações sociais
do Semi-árido e os processos mobilizadores da população
em torno delas. Na mesma direção devem vir urgentemente as
adutoras propostas pelo Atlas Nordeste da ANA – Agência
Nacional de Águas. São ações descentralizadas, de muito
menor custo e muito maior alcance territorial, social e
ambiental do que a enganadora transposição.

 

Trata-se de modelos de vida e produção e relações que são mais
de “envolvimento” do que de “desenvolvimento”, mesmo que este
se diga “sustentável”. Vêm de baixo para cima, envolvendo
pessoas, famílias e comunidades, em seus territórios, a partir
de suas necessidades reais e através das suas organizações
autônomas, o Estado a serviço delas.

 

A todas as pessoas de boa vontade convocamos a se integrar,
individualmente ou em grupo, à Jornada Mundial de Jejum
pela Paz e Soberania Alimentar
, entre 16 e 18 de outubro
próximo, e a se manifestar em defesa das águas, do direito
humano à água e aos alimentos sadios, da agricultura camponesa, pelo fim da fome, pela ecologia e pela paz.

 

Assinam o Manifesto “ÁGUAS PARA A PAZ”, aderindo à Jornada
Mundial de Jejum pela Paz e Soberania Alimentar
(até 13/10/2008)
: Pax Christi International,
Misereor (Alemanha), Via Campesina Brasil (MST, MPA, MAB, MMC, FEAB, CPT, PJR), CPP, PACS, CESE, CARITAS, Fórum Permanente
em Defesa do Rio São Francisco.

_______________

 

Outras adesões sejam comunicadas à CPT Bahia
(e-mail
cptba@cpta.org.br Este endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo ou tel. (0055) 71.8714-5724 - Andrea;
71.9208-6548 – Ruben; 31.9997-3440 - Érica) ou à Via
Campesina / Nordeste (e-mail
viacampesinape@gmail.com Este endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo
ou tels. 81-3222-7569 81-9164-9758 - Paula), informando
o número de pessoas em jejum e sua organização.

O conhecimento e divulgação imediatos e posteriores destas
adesões são importantes!

 


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

Prêmio Pax Christi será conferido a Dom Luiz na Romaria das Águas

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005