IRPAA - Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada

Viver no sertão é conviver com o Clima

Formulário de Busca

Siga-nos:



Notícias

ASA propõe estratégias de convivência com o Semiárido para Plano do MDA

ASA propõe estratégias de convivência com o Semiárido para Plano do MDA

Elaborar e implementar uma política de ações produtivas para as famílias de agricultores e agricultoras do Semiárido brasileiro para o período pós-seca. Essa é a proposta do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), que após analisar as consequências da longa estiagem na região decidiu convidar representantes da sociedade civil e de órgãos do governo para contribuir na elaboração de um Plano de Ação Produtiva para o Semiárido. Na ocasião, o coordenador da organização Centro Sabiá, Alexandre Pires, representou a Articulação Semiárido Brasileiro (ASA).

A construção de um plano para o Semiárido brasileiro surgiu após a presidenta Dilma Rousseff se reunir com prefeitos de municípios onde a escassez de água prejudicou famílias de agricultores que perderam alimentos e sua criação de animais, principalmente o gado. Como propostas para o Plano de Convivência a ASA propôs o fortalecimento das estratégias de estoque de água para produção de alimentos, a partir da criação de bancos de produção de proteínas e forragens para os animais e de bancos de sementes para garantir a autonomia das famílias; a recuperação de rebanhos de caprinos, ovinos e de aves; propostas de Assistência Técnica e Extensão Rural para agroecologia com foco na convivência; e a Reforma Agrária para o Semiárido, sendo a terra o elemento fundamental para as famílias desenvolverem atividades produtivas.

“Tivemos uma conversa muito boa, de mais de duas horas. Ao longo de sua caminhada a ASA tem estratégias e ações para a convivência com o Semiárido que podem contribuir com este Plano. É preciso se pensar em recursos para as famílias recomporem seus rebanhos, pois elas venderam tudo pela falta de água. Então tem que se recompor o capital dessas famílias - que são os animais – para que se transforme em um recurso rápido e disponível.

Segundo Alexandre, a ASA defende a participação da sociedade civil na elaboração do Plano em composição com os governos locais. A ASA se colocou à disposição para contribuir com dados e propostas para fomentar a elaboração. Esse Plano tem que ser algo compatível com o que as organizações vêm realizando ao longo desse tempo”, conclui.

Além da ASA, o Ministério do Desenvolvimento Agrário já ouviu a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o Projeto Dom Helder Câmara e o Instituto Nacional do Semiárido (INSA). A reunião desta quinta (07), contou com a presença do secretário executivo do MDA, Laldemir Müller; com o assessor para Políticas do Semiárido do MDA, Jerônimo Rodrigues Souza; e a secretária de Desenvolvimento Territorial, Andréa Butto.

Disponível em www.asabrasil.org.br


Veja também

< voltar    < principal    < outras notícias

Página:

ASA propõe estratégias de convivência com o Semiárido para Plano do MDA

Para:


Suas informações:



(500 caracteres no máximo) * Preenchimento obrigatório




Campanhas

Newsletters

Cadastre seu e-mail para receber notícias.

Formulário de Contato





Faça sua doação


Copyright © 2005 - 2009 IRPAA.ORG Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada - IRPAA
Avenida das Nações nº 04 - 48905-531 Juazeiro - Bahia, Brasil
Tel.: 0055-74-3611-6481 - Fax.: 0055-74-3611-5385 - E-mail: irpaa@irpaa.org - CNPJ 63.094.346/0001-16
Utilidade Pública Federal, Portaria 1531/06 - DOU 15/09/2006 Utilidade Pública Estadual, Lei nº7429/99
Utilidade Pública Municipal, Lei nº 1,383/94 Registro no CNAS nº R040/2005 - DOU 22/03/2005